HOW TO SHOP

1 Login or create new account.
2 Review your order.
3 Payment & FREE shipment

If you still have problems, please let us know, by sending an email to support@website.com . Thank you!

SHOWROOM HOURS

Mon-Fri 9:00AM - 6:00AM
Sat - 9:00AM-5:00PM
Sundays by appointment only!

Temos a imensa satisfação de informar o lançamento do XII COLÓQUIO NACIONAL REPRESENTAÇÕES DE GÊNERO E DE SEXUALIDADES. Entenda o evento.

Assista ao vídeo do evento

Saudações da Comissão Gestora do XII CONAGES

Anunciamos com grande satisfação a realização do XII COLÓQUIO NACIONAL REPRESENTAÇÕES DE GÊNERO E DE SEXUALIDADES, a ser realizado de 08 a 10 de Junho de 2016, no Centro de Convenções Raymundo Asfora - Campina Grande - PB. O evento, promovido pelo CEMEP, é uma parceria interinstitucional entre a UEPB, a UFCG e a FURG, através de professores que desenvolvem estudos relacionados à temática central do evento.

CONHEÇA MELHOR O XII CONAGES

Apresentação

support

As revoltas estudantis desenvolvidas em vários países ocidentais, a contracultura, a luta pelos direitos civis de ?minorias sexuais?, os movimentos revolucionários e de independência política nos países americanos, africanos e asiáticos e, sobretudo, as críticas do movimento feminista à estrutura patriarcal e ao sujeito universal, na década de 1960, abriram caminhos ao surgimento de novos sujeitos sociais e políticos no chamado século sangrento e século da emancipação das mulheres, como afirmou o historiador Eric Hobsbawm. Integrado no intenso debate promovido pelo movimento feminista, o conceito de ?gênero? se disseminou rapidamente entre os campos de produção de conhecimento na segunda metade do século XX. Esse movimento esteve inserido em um momento de alterações substanciais nas Ciências e, por sua vez, elas não estavam ausentes dos debates políticos que envolviam o contexto de pós-guerras e dos movimentos sociais emergentes em inúmeras partes do mundo. Ao ponderar o sexo como um feito a esclarecer, em vez de fator, por si explicativo, o conceito de gênero corresponde ao propósito de colocar as diferenças entre os sexos na agenda de investigações acadêmicas e de elaboração de marcadores para as políticas públicas, retirando os corpos do domínio da biologia e orientando suas análises às condições históricas e sociais de produção de cultura.

As mulheres (lésbicas, trans, bissexuais e heterossexuais), os gays e outros grupos cujas sexualidades se definem em ?oposição? à hetero-normas foram os primeiros em problematizar as diferenças de gênero. Esses segmentos sociais têm sido os precursores a explorar a política da sexualidade ou a sexualidade como política. Ao apresentar os questionamentos aos juízos mais elementares sobre o sexo, o gênero e a sexualidade, incluídas as oposições heterossexual/homossexual, sexo biológico/gênero e homem/mulher, estes coletivos de sujeitos desenvolveram novas formas de examinar o tema da identidade e, por sua vez, esta situação se reflete nas políticas e modos de vida na sociedade.

Neste sentido, o XII Colóquio Nacional Representações de Gênero e de Sexualidades discutirá, este ano, as perspectivas epistemológicas de gênero e sexualidades na produção do conhecimento. Seu objetivo é situar os/as participantes do Colóquio quanto às transformações pelas quais sujeitos e esferas sociais têm passado e tornado as pessoas mais conscientes de si e das demais com quem compartilham espaços, posições e afetos.

Objetivos

Oportunizar a estudantes, profissionais, pesquisadores/as e interessados/as discussões acerca das questões relacionadas a gênero e sexualidade; fomentar a divulgação científica; promover o intercâmbio entre instituições de todo o país; proporcionar o acesso a novas informações visando à atualização e produção do conhecimento.

Público-Alvo

  • Estudante de Graduação
  • Estudante de Pós-Graduação
  • Profissionais, Professores/as e interessados da área de gênero

Principais Atividades

Conferência

Palestra

Mesa-Redonda

Atividade Social

Sessão: diálogos sobre gênero e sexualidade - A atividade será composta por professores convidados que debaterão sobre a temática, abrindo espaço para o público se manifestar a qualquer momento no formato mais aberto e desprovido de formalidades.

Mostra Audiovisual - Essa atividade pretende exibir curta metragens relacionados a temática do evento que proporcionem a atualidade das discussões sobre gênero e sexualidades entre os participantes. Essa atividade será aberta para inscrição dos interessados para envio de material a ser exibido na programação, conforme regulamento.

Mostra de fotografia - A exposição de fotografias será relacionada à temática do evento, convidando o público a um ambiente artístico cultural, centrado em imagens que retratem os olhares sobre o(s) outro(s). Essa atividade será aberta para inscrição dos interessado/as para envio de material a ser exposto no local e nos dias do evento, conforme regulamento.

Exposição Arte e Gênero - Atividade aberta para exposição de obras de arte em geral. Os interessados devem enviar informações prévias sobre as obras que pretendem expor, conforme regulamento.

Lançamentos - Será aberto aos interessados espaço para lançamento de livros e obras sobre a temática central do evento. Essa atividade será aberta para envio das informações relacionadas à obra a ser lançada, conforme regulamento.

Grupos de Trabalho

GRUPO DE TRABALHO
  • Teorias e estudos gays, lésbicos e queers - Refletir sobre trabalhos que tomam as formulações teóricas e os estudos gays, lésbicos e queers como referenciais de análises e produção de dados. Serão encorajadas propostas que dialoguem com autores brasileiros, latino-americanos, dentre outros que invistam em reflexões e problematizações de experiências de ativismo político.
  • Gênero, Sexualidades e Educação - Expor saberes, abarcar olhares e percepções que levem às discussões sobre as temáticas Gênero, Sexualidades destacando o potencial desestabilizador dessas categorias em sua relação com a Educação.
  • Gênero, Sexualidades e Produção audiovisual - Apresentar a produção audiovisual (filmes, programas de TV, conteúdo na internet, músicas) que destaca o gênero e as sexualidades como aspectos fundamentais dos sujeitos e das sociedades, sistemas de produção, produtores, autores, movimentos, estéticas, formas de distribuição e recepção.
  • Gênero, Sexualidades e Modos de Subjetivação - Discutir as intersecções e trânsitos não apenas entre as categorias corpo, sexo e gênero, mas também entre raça/etnia, classe, nacionalidade e outros marcadores sociais de diferenças. Refletir sobre as relações de poder e os modos de subjetivação.
  • Famílias e parentalidades - Congregar as reflexões sobre as relações familiares e parentalidades – contemplando especialmente a esfera das relações com a “família de origem”, atentos a modulações introduzidas por fatores como geração, classe social, gênero, raça e religião. Nas esferas pública e privada – analisando situações e dinâmicas de interação no âmbito doméstico e no plano das relações interpessoais, as implicações enquanto valor cultural, instituição social e política
  • Estudos literários, Gênero e Sexualidades - Problematizar sobre as práticas, as pedagogias e as representações do corpo, de gênero e da diversidade sexual nas literaturas apontando para as questões atuais da sociedade, que possibilitem interlocuções e desdobramentos com as áreas humanísticas.
  • Gênero, Sexualidades e Produção do conhecimento. - Problematizar nos diversos campos de produção do conhecimento como os processos de pedagogização/regulação do corpo e de suas práticas constituem certa educabilidade corporal, sexual e de gênero, ao mesmo tempo que quer, também, como força contestatória e de ação política, buscar perceber de que maneira é possível criar potencialidades de contraconduta frente aos interesses biopolíticos atuais
  • Direitos Humanos, Feminismo e Políticas Públicas de Gênero - Este GT versa sobre teoria crítica dos direitos humanos, feminismo, patriarcado, direitos das mulheres, igualdade de gênero, sexualidade, diversidade sexual, vulnerabilidade social, direitos e cidadania LGBTI, movimentos sociais, políticas públicas de gênero.
  • Imaginário e gênero na literatura - Os trabalhos aqui reunidos versam sobre Imaginário e Gênero e resultam, em sua maioria, de pesquisas literárias ancoradas nos estudos junguianos, campbellianos, bachelardianos e durandianos. Importam as discussões sobre formas de representação dos arquétipos do Masculino e do Feminino na literatura, cujas concepções transcendem as categorias sociais “homem”/”mulher”. Prioriza-se o imaginário mitopoético alimentado pelo imaginário mais universal das estruturas culturais que enraízam a herança tradicional. Busca-se, preferencialmente a riqueza inesgotável do imaginário simbólico do Masculino e do Feminino que transita pelo tempo através dos mitos, dos arquétipos, da vivência com o sagrado, dos ritos, das lendas, e que revelam nos textos literários modos de ser, de viver, de conviver e de promover o relacionamento amoroso, a paridade, as relações conjugais, familiares, sociais. Objetiva-se evidenciar, analisar e interpretar as imagens arquetípicas que modela as metáforas literárias que constroem concepções idealizadas do Masculino e do Feminino para o bem e para o mal.
  • Mulheres, feminismos, políticas do corpo - Os trabalhos reunidos nesse GT versam acerca do referencial epistemológico sobre mulheres, feminismos e políticas do corpo e a produção do conhecimento científico. Busca-se explorar as relações que transcendem o ordenamento social.
  • História, sentimentos e afetos. - As bases históricas que constituem os sujeitos sociais, seus sentimentos e afetos são explorados nos trabalhos desse grupo de trabalho. As práticas que perpassam a História concebem e formatam novos arranjos para o entendimento dos sentimentos e afetos pela configuração que comportam. As práticas, seus sujeitos, sentimentos e afetos no processo histórico de constituição do eu e do outro constituem o campo de discussão que se pretende entre os participantes desse GT.
  • Sujeitos nas/das artes: teatro, cinema, música. - Este GT apresenta as produções artísticas em teatro, cinema e música na intersecção com seus sujeitos problematizando sobre a produção do conhecimento.
  • Sociologia(s), Identidades, Ciborgues e Subjetividades. - As subjetividades, a construção de identidades, ciborgues e pertencimentos nas interações lançando mão dos espaços e tempos com que os sujeitos interagem balizam as propostas desse GT. Buscam-se as tessituras das quais emergem a complexidade da(s) sociologia(s).
  • Trabalhos Científicos

    Confira algumas dicas de envio de trabalhos para o XII COLÓQUIO NACIONAL REPRESENTAÇÕES DE GÊNERO E DE SEXUALIDADES.

    Os trabalhos serão recebidos por formulário online até a meia-noite do dia 25 de Maio de 2016 (horário de Brasília), impreterivelmente. Poderão ser submetidos nas modalidades comunicação oral ou pôster apenas na forma de artigo. Confira no link Datas importantes os prazos de submissão do evento!

    Os trabalhos deverão ser submetidos através da área do congressista no ícone Trabalho Científico. Não serão aceitos em nenhuma hipótese trabalhos enviados por e-mail.

    Para o envio do trabalho utilize o modelo de papel timbrado do evento. O uso do papel timbrado do evento é obrigatório. O modelo está disponível no link Trabalhos Científicos.

    Fique atento! O arquivo do Artigo completo deverá ser adicionado na plataforma de submissão. Saiba mais em Trabalhos Científicos.

    Datas Importantes

    Confira as datas importantes do evento! Não deixe de acompanhar as atualizações da página, seu e-mail cadastrado no sistema de inscrição e sua área de congressista.

    • Submissão de trabalhos: 25 de Maio de 2016
    • 1ª divulgação de resultados: 17 de Maio de 2016
    • Reenvio de trabalhos com correção: 29 de Maio de 2016
    • Divulgação final de resultados: 31 de Maio de 2016

    Local do evento

    supportIntegrado ao Garden Hotel, o Centro de Convenções Raymundo Asfora é referência na área de eventos na cidade.
    O Auditório Principal possui capacidade para 776 lugares, salas para tradução simultânea, cabine para projeção, sonorização e comando de iluminação, entre outros.
    O Ball Room é um salão com 1.740m² que possui estrutura modulável , permitindo a sua divisão em até oito salas menores, e capacidade para 600 lugares.
    O Salão Circular, outro espaço do Centro, dispõe de estrutura modulável permitindo a sua divisão em até seis salas menores.
    Toda a estrutura do Centro de Convenções é dotada de ar condicionado central para proporcionar maior conforto ao evento.

    O Centro de Convenções fica a 8km do aeroporto João Suassuna - Campina Grande-PB, e a 140 Km da capital João Pessoa

    Endereço: Rua Eng. José Bezerra, 400 - Mirante, Campina Grande - PB, Brasil

    Outras informações(FACEBOOK): https://www.facebook.com/gardenhotelcampina/

    Outras informações(SITE): Garden Hotel

    NÚMEROS DO CONAGES

    6000+

    INSCRITOS

    4500+

    TRABALHOS ENVIADOS

    300+

    PALESTRAS E CURSOS

    250+

    CONVIDADOS

    XII CONAGES! INSCREVA-SE E PARTICIPE DA ATUALIDADE DAS DISCUSSÕES SOBRE GÊNERO E SEXUALIDADE.

    Então faça sua inscrição clicando no link ao lado e participe!

    TOP